Pensando em ter filhos? Aprenda a escolher o imóvel ideal

Pensando em ter filhos? Aprenda a escolher o imóvel ideal

Uma das motivações para a troca de imóveis ou a compra da casa própria é o crescimento da família. Alguns casais começam a buscar um novo lar após a chegada de uma criança. Porém, outros passam até alguns anos fazendo o planejamento da residência ideal para a chegada dos filhos. Esse texto pode ser útil para os dois casos, visto que falaremos especificamente sobre os benefícios de comprar uma casa ou um apartamento quando os planos futuros envolvem crianças. Confira!

Casa com filhos

Morar em uma casa garante proveitos únicos, mas, o maior deles se trata justamente do quintal. Por aqui, falamos anteriormente sobre como os momentos de lazer são privilegiados com quintais privativos. E, de fato, o são. Logo, se tornou comum os pais associarem o aumento da prole com uma casa térrea e um amplo espaço de contato com a terra e a natureza. 

Essa percepção não é de todo equivocada. Afinal, criança precisa de espaço para se divertir. Por volta dos 2 anos e meio, os pequenos costumam correr, pedalar e inventar brincadeiras que, sem dúvida, ganham ainda mais sentido em uma área grande. No entanto, assim como outras escolhas do cotidiano, existem prós e contras que pesam no momento de decidir pelo imóvel da família. 

Por mais que uma casa possibilite a sensação de liberdade, também apresenta muitos perigos. Um exemplo bastante evidente envolve a primeira infância, oportunidade em que a criança começa a engatinhar e pode se expor aos riscos de uma garagem. Quem opta por criar os filhos em um lar térreo deve ter em mente que precisará sempre estar de olhos abertos e atentos para quaisquer movimentos dos filhos. 

Apartamento com crianças 

Educar um filho em um apê pode ser um verdadeiro desafio. Como falamos, uma infância pede espaços para brincadeiras, diversão e criatividade. Em comparação com a metragem privativa total de um imóvel térreo, os apartamentos são mais limitados e, por vezes, menores. Porém, isso não impossibilita uma infância feliz nesses lares. 

Em contraposição aos espaços limitados, as unidades verticais oferecem mais controle e segurança. Ou seja, os pais ou responsáveis conseguem ter uma gestão eficiente do que os seus filhos fazem e onde estão. Ainda nesse sentido, os pequenos também são privilegiados, uma vez que possuem diversos lugares para experimentar suas ideias e jogos infantis. 

Isso tudo porque, para suprir a demanda dos filhos criados em apartamentos, os condomínios verticais investem em áreas comuns com brinquedotecas, playgrounds e salões de jogos. Logo, agradam crianças de todas as idades. Com isso, fica nítido que ambas as tipologias de imóveis proporcionam um ambiente favorável para o crescimento da sua família. 

O fator decisivo possivelmente deve perpassar questões individualizadas como: “Quanto controle quero ter sobre as ações do meu filho(a)?”, “Quão importante para mim é diversificar os espaços de lazer da minha criança?” e “O que espero oferecer para o meu pequeno?”. Embora essas sejam perguntas norteadoras, o amor e o respeito devem te acompanhar em qualquer que seja o seu novo lar. Independente da sua escolha, tenha em mente que sua criança terá uma infância feliz com você ao lado dela. 

 

Que tal conhecer os empreendimentos do Grupo Vega? Fale com um de nossos corretores aqui. Achou o texto desta semana interessante? Conte para a gente e continue acompanhando nosso blog para não perder nenhuma novidade! Nos siga também nas redes sociais Instagram , Facebook e Youtube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *